CRICIÚMA Previsão do Tempo

Rio Grande do Sul chega a 95 mortos, 131 desaparecidos e 401 cidades afetadas pelas chuvas intensas

O governo do Rio Grande do Sul divulgou no final da tarde desta terça-feira (7) o balanço atualizado sobre as vítimas dos temporais que assolam o Estado desde o último dia 29. Subiu para 95 o número de mortos e já são 131 os desaparecidos. Das 497 cidades do Estado, 401 foram impactadas (80,6%), atingindo mais de 1,3 milhão de pessoas. Há 361 pessoas feridas, 48.147 em abrigos, e o número de desabrigados chega a 155.741. Investigações apuram a relação de outras quatro mortes com os desastres. Em maio ao caos decorrente das chuvas, a população enfrenta transtornos com saques e roubos. O governo federal autorizou o envio de 400 homens da Força Nacional ao Rio Grande do Sul, sendo que os 100 primeiros chegarão amanhã. Além disso, a gestão de Eduardo Leite (PSDB) acertou a contratação temporária de policiais da reserva para reforçar segurança nas ruas e abrigos. “Vamos prender e dar consequência a todos que usam este momento dramático para golpes ou crimes”, disse o governador.

Nesta segunda-feira (6) o governo do Rio Grande do Sul emitiu um alerta para o risco de enchentes nos municípios do sul do Estado, às margens da Lagoa dos Patos, com a descida da água que inunda Porto Alegre em direção ao mar. A maior preocupação é no Vale do taquari e na Serra Gaúcha. A frente fria que chega à região pode agravar a situação, com previsão de queda de temperatura e chuvas intensas, o que dificulta os resgates e operações de busca. A Defesa Civil gaúcha está recebendo doações na Central Logística em Porto Alegre, incluindo colchões, roupas de cama, cobertores, água potável, ração animal, cestas básicas e fraldas, mas não está sendo aceitos roupas, calçados, medicamentos, móveis ou utensílios domésticos. As chuvas também afetaram Santa Catarina e Paraná, resultando em três mortes. A soma dos números das companhias que fornecem energia ao Estado dão conta de que 440 mil imóveis em Porto Alegre estão sem energia. A estimativa é de 70% da capital está sem abastecimento de água e muitos municípios estão sem serviço de telefonia e internet, com a cobertura das diversas operadoras prejudicadas.

Gostou da notícia então compartilhe:

2 respostas

  1. Hiya, I’m really glad I have found this information. Nowadays bloggers publish just about gossips and web and this is actually frustrating. A good site with exciting content, this is what I need. Thanks for keeping this web-site, I’ll be visiting it. Do you do newsletters? Cant find it.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Noticias relacionadas

Noticias em destaque

Noticias

Outros links uteis